Publicada em 25/05/2005
Corrupção e Desperdício na Administração Pública:
Download do Documento

Fatos envolvendo irregularidades na gestão pública se constituem, hoje, em componente obrigatório da pauta dos veículos de informação. E o que se constata é que o prejuízo ao erário, decorrente desses desvios, algumas vezes acaba não sendo integralmente reparado. Ou o que é pior em muitos casos nenhuma recomposição se efetiva. Nesse contexto de dificuldades nacionais é de se reconhecer não tem faltado empenho, determinação e coragem por parte da maciça maioria dos quadros dos organismos voltados ao controle, dos Poderes Judiciário e Legislativo, dos Tribunais de Contas, das Procuradorias e Controladorias e dos Ministérios Públicos. Mas que não se volte a atenção somente para os grandes e rumorosos casos, que normalmente ganham destaque. Não nos podemos esquecer que a corrupção pode permear as mais diversas estruturas de poder e, embora isoladamente possa não suscitar alguma comoção, é tão danosa como os exemplos bombásticos que temos acompanhado ultimamente. Na composição desse quadro, propõe-se, aqui, uma questão: imagine-se um cenário de crescente violência urbana, a provocar uma escalada alarmante do número de óbitos. Até que ponto faria sentido opor a essa realidade apenas um aumento de efetivo das forças de segurança pública? Não seria mais razoável e lógico investir na tentativa de identificar as causas do fenômeno, para então minorar os seus efeitos? Não se demonstraria mais benéfica à sociedade a atuação profilática do Estado, marcada pelo investimento maciço em educação, em infraestrutura, em saneamento, em distribuição de renda? Sabidamente, inexistem soluções perfeita ou um único remédio para uma teia tão complexa de incidências, historicamente vivenciadas na República Brasileira. Por igual, de nenhum modo se pretende oferecer alguma espécie de guia prático de soluções, o que seria desmedida e inócua pretensão. Em verdade, a reflexão que ora se propõe tem em vista, basicamente, uma fiscalização mais eficaz, mais presente, com uma atuação que se antecipe ao fato consumado e, por conseguinte...

 
O Sul
/ Pág.
Autor: Cezar Miola
 
 
ENVIE ESTA NOTÍCIA:
  
   
E-mail remetente:
E-mail destinatario:
  
 
 
Outras Notícias